terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

A Idade Certa



Com quantos anos você acordou hoje?

Pergunta aparentemente engraçada, porém muito interessante. A cada dia podemos acordar com uma idade, espírito e disposição diferentes - sem se quer nos darmos conta. E o dia vai acontecendo no compasso dessa nossa disposição.

Abstraia de sua idade atual e faça uma reflexão. Qual idade você se daria hoje? A de uma criança – descobrindo o mundo, a de um belo jovem de 20, a de um espirituoso e responsável de 30, a madura e sábia de 50, ou a já cansada e velha de 80/90 anos?

Se desprenda da idade e espelho e olhe para sua vida; sua idade está coerente com ela?

Me fiz essas mesmas perguntas e confesso que tive dificuldade em chegar a uma conclusão clara, até porque tenho múltiplas idades ao longo do dia. Mas, esse questionamento me fez ver que tenho mantido uma média de idade maior que a minha atual. E isso não me deixou nada contente. Muitas vezes deixamos o “peso”do dia-a-dia minar toda essa jovialidade latente que sabemos que existe dentro de nós. Ao perdemos essa disposição vamos envelhecendo para vida e para todas as possibilidades que ela pode nos proporcionar.

Não precisamos acordar todos os dias “Uhuuulll!!”, mas também não podemos deixar por preguiça, mesmo que aos poucos, de produzir, nos cuidar, prestigiar pessoas importantes e fazer muitas outras coisas - que na maioria das vezes nos dão prazer e que nos deixam mais jovens de alma, espírito e corpo.

Sei que exercitar essa disposição, manter a mente, espírito e corpo jovens é um investimento, quase uma missão árdua, e nem sempre a gente quer também. Mas, deve ser um exercício diário, pois só nós colhemos os frutos positivos desse investimento. Se ao acordar nos perguntarmos qual idade queremos ter; só este movimento pode ser a mola motivacional que estava faltando para encontrarmos aquela disposição que andava sumida. Podemos inclusive, nos dar ao luxo de aos domingos acordar com 90 anos só para ficar “giboiando” no sofá o dia inteiro de pijamas em frente a televisão - sem qualquer culpa!

A idade está na cabeça, e esse condicionamento reflete em nosso corpo, energia, legado e sonhos. Não existe regra; o que existe é o quão dispostos estamos em nos manter eternamente jovens.

Um comentário:

Dilly ♥ disse...

Ao longo da vida, vamos acumulando todas as idades.
Um milhão de beijos, e obrigada por manter o meu astral lá em cima!