terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Compatibilidade terminal pós-moderna






Um casal recém separado se encontra após uma noite badalada na Quartier Latin do Rio de Janeiro, o Baixo Leblon:

Ele: Oi!
Ela: Oi!
Ele: Nossa! 4ª vez essa semana...
Ela: Pois é...
Ele: Voltando da Melt?
Ela: É, e vc?
Ele: Eu ia... mas, acabei indo a uma festa de amigos.
Ela: Legal! Percebi que você ainda não mudou seu status no Orkut e nem tirou nossas fotos.
Ele: E nem você... mas acho que já podemos, né?
Ela: Acho. Será que é melhor nos “orkucidarmos”?
Ele: Você acha necessário?
Ela: Não sei... vamos fazer o seguinte, nos excluímos e colocamos aquele cadeado para não verem nossas fotos e recados, assim não vamos saber o que cada um está fazendo, pode ser?
Ele: Pode. E o MSN?
Ela: Uhmm... estamos sempre online e isso não é bom.
Ele: Nos bloqueamos e se quisermos falar mandamos torpedo para desbloquear, pode ser?
Ela: Pode! Fazemos o mesmo no Skype e Gtalk, pode ser?
Ele: Pode...
Ela: Você já mudou nossa música do celular?
Ele: Ainda não, é a minha música predileta! E você?
Ela: Não... também é minha música predileta, preciso achar outra.
Ele: E os lugares, como vamos fazer?
Ela: Eu fico com as quintas no Baixo Gávea e você com os Domingos, pode ser?
Ele: Pode... Fico com as sextas no 00 e você com os Sábados na Melt, pode ser?
Ela: Pode... Fico com o Koni nos finais de noite e você com a Pizzaria Guanabara, pode ser?
Ele: Poxa... você me viciou no Koni também, mas pode ser. E o Jobi, como faremos?
Ela: Quando um for, o outro avisa, pode ser? Jobi não tem muita hora...
Ele: Nem o Baixo...
Ela: Fazemos o mesmo para os dois, então, pode ser?
Ele: Pode... agora um problema, e a praia?
Ela: uhmmm... é... deixo de ir no “coqueirão”, mas fico com o almoço pós praia no Braseiro, pode ser?
Ele: Esperta! Ok... fico com o Bracarense então. E academia?
Ela: Não posso deixar de fazer a minha aula, principalmente agora!
Ele: Principalmente agora? Vou chegar mais tarde então, pode ser?
Ela: Pode! E os restaurantes do Centro, como vamos fazer?
Ele: Aí complicou....
Ela: Fico com os restaurantes da Sete de Setembro até Presidente Vargas e você fica com os da Presidente Wilson até a 7 de Setembro, pode ser?
Ele: Pode...
Ela: E o metrô como faremos?
Ele: Já mudei de vagão...
Ela: Ah! Por isso não te encontrei mais depois daquele dia.... melhor mesmo!
Ele: Também achei... assim não nos atrasamos, já que você salta depois de mim.
Ela: É... acho que vamos esquecer tudo que combinamos...
Ele: Pois é....
Ela: Vou te passar por email e você vê se está de acordo mesmo, pode ser?
Ele: Pode... esse é aquele vestido que te dei no Natal?
Ela: É.... um dos meus prediletos.... Essa é também a camisa que te dei no Natal, não é?
Ele: É.... também é uma das minhas prediletas...
Ela: Bom... acho que vou indo...
Ele: Quer uma carona? Passo em frente a sua casa mesmo...
Ela: Pode ser...

Motivo da separação: Incompatibilidades.

2 comentários:

Maicous disse...

hauhauhauahauhauhauahu!!
Boa!
Eu sei de uma solucao pra essa morena ai, ta liagdo?!?!
Eh o seguinte... ela precisa conhecer um garotao zona norte descoladao! hehehehhehehehehe
Pra mudar de ares ;)
Bjokas

Fabi disse...

Já disse que eu adorei este, né?
Continue escrevendo! :)