domingo, 6 de dezembro de 2009

Você consegue resolver algum problema com a Claro? Claro que não!

Slogan: “A sua vida em nossas mãos! Nós fazemos você falar com o mundo e você tenta descobrir em como falar conosco!”

Ter um problema simples com a Claro e tentar resolver é como mexer em casa de marimbondo.

Por mais que eu queira - não consigo e a cada estressante e enlouquecedora ligação com eles, a única coisa que me resta é mais um número de protocolo. Acho que já posso dizer que sou uma colecionadora de protocolos - e enorme tola, de ainda tentar resolver pelos canais disponíveis da operadora qualquer assunto.

Descobri que ao solicitar a 2ª via da conta pela internet, a conta detalhada impressa passa a ser somente disponibilizada por download via site deles - tarefa nada simples. E, você passa a receber em casa, somente a conta consolidada. Descobri também que na conta consolidada os valores adicionais de alguns serviços não aparecem – o que nos induz a pagar sem perceber se as cobranças são devidas, ou não.

Se você sobrevive a primeira parte da “download saga”da sua conta e por um acaso identifica alguma cobrança, que no seu entendimento é indevida, saiba que você está Claramante comprando um problema para sua vida! Por isso, prepare: longas horas e dias seus, uma bateria adicional no seu celular, um caderno só para anotar os inúmeros protocolos, e muito, muito Lexotan! Para CLARO, não ter o seu problema resolvido!!

Tentei usar os ensinamentos budísticos aprendidos para não mandar os operadores de tele-marketing – ou máquinas humanas geradoras de protocolos treinados pela empresa para não resolver nada - para um lugar bem distante, mas não consegui depois das inúmeras insinuações de uso de má fé de minha parte junto à operadora.

Engoli a seco a fúria, e achei que enviando um email com o registro da minha versão com provas scanneadas e anexadas, seria mais fácil alguma comunicação - amarga ilusão! Até porque, alguém sabe onde fica o “Fale Conosco” da CLARO? Claro que não, pois não tem! Ouvidoria então... vamos pular essa parte, pois as empresas ainda não são obrigadas a ter. Porém, existe sim um canal por escrito com eles. Mas, os operadores não podem nos passar qualquer @claro.com.br. Você precisa entrar no site, na parte de atendimento, escolher a opção “Atendimento por email”, se logar, receber uma senha por torpedo, colocá-la no site, fazer o seu cadastro, alterar a senha, para entrar numa tela onde você irá escrever a sua solicitação em até 1200 caracteres para depois receber no seu email o 1º atendimento, e aí sim, quem sabe um dia, talvez, conseguir um email que você possa enviar o seu email. Entendeu? Isso que não relatei as inúmeras tentativas e erros de páginas que tive que ultrapassar.

E eu é que estou agindo de má fé com eles? Depois dessa, consigo entender porque a agência de publicidade da Oi não conseguiu vender para a Claro o slogan: “Simples Assim”.

Já se passaram mais de 10 dias do meu 1º contato, e horas ao telefone e na internet foram perdidas. O problema continua, minha conta venceu, não posso pagar só o que considero devido, a única resposta da empresa que tive foi um torpedo que não recebi, e ironicamente não consigo me comunicar com uma das maiores operadoras de celular do país!

Nessas horas é que vemos como somos “mais um na multidão”, onde fundamentos do marketing, como “O cliente tem sempre razão” - perde qualquer fundamento junto aos super - executivos operadores de tele-marketing!!

O que nos resta apenas é pegar nossa insignificância de cliente, jogada no mesmo saco - e encarar o PROCON!

Um comentário:

Dilly disse...

Tal de operadora é uma pedra no sapato mesmo! Vc fala da Claro, mas imagine só ocmo é falar com a secretária eletrônica da Tim? Deeus, é um pesadelo!
De qualquer forma, um abraço grande (sem caixa de mensagem, graças à Deus! que seria de nós sem a internet, onde não há fronteiras - ou quase?)